domingo, setembro 18

MILAGRE NA PARÓQUIA SÃO PEDRO A POSTULO DE MATINHOS PARANÁ

                        Estamos celebrando o 3º cerco de jericó aqui em nossa paróquia, e em um determinado momento de oração um senhor participante do terço dos homens que estava em adoração no momento percebeu algo diferente na hóstia e fotografou veja o milagre que aconteceu esta semana aqui na paroquia a foto da hóstia que esta no ostensório para adoração apareceu nela o coração de jesus olhando de pé e olhando de ponta cabeça e um feto em formação. É O PRO PIO JESUS SE MOSTRANDO AOS SEUS E CHAMANDO A CONVERSÃO.

segunda-feira, setembro 5

MILAGRE EUCARISTICO AQUI NO BRASIL

Enviado por Germana.
Milagre Eucarístico que ocorreu ontem no MT aqui no Brasil na cidade de Tangará.
Quem me mandou estas fotos foi uma freira missionária que estava como acólita, ao lado do Sacerdote, quando a Hóstia começou a sangrar.Ela disse que o Celebrante foi levado ao hospital na mesma hora e a Missa não  pôde ser concluída e a cidade inteira soube. O Cálice ficou exposto ao povo até meia noite e a Hóstia flutuando. Meia noite o bispo mandou recolher.
Hóstia flutuando e vertendo sangue😃🙏🏼
Misericórdia Divina nesse
Ano Jubilar da Divina Misericórdia, convertei-nos.
Visita-nos, visita a humanidade!
Vem, Senhor Jesus!

quinta-feira, setembro 1

SANTA BEATRIZ


Obediência, pobreza, assistência aos pobres, oração e recolhimento, foi o exemplo que Santa Beatriz da Silva e Meneses deixou
Beatriz nasceu no Século XV em Ceuta, ao norte da África, cidade que nessa época se encontrava sob o domínio da coroa de Portugal. Nasceu portuguesa, portanto. Seu pai foi governador de Ceuta. Ainda pequena mudou-se para Portugal com sua família, que cultivou na menina uma profunda devoção a Nossa Senhora da Conceição. Aos vinte anos de idade foi enviada para a Espanha como dama de honra de D. Isabel, neta de D. João I, que tornou-se esposa do rei João II de Castela, onde começou seu calvário.
Beatriz era muito bonita, e a rainha, dominada por uma mistura de ciúme e inveja, fechou Beatriz em um caixão durante dias, a fim de que morresse asfixiada, mas uma invisível proteção da Virgem Maria a salvou.
Como gesto concreto de agradecimento Santa Beatriz aceitou sua vocação para a vida religiosa, e logo em seguida partiu a Toledo, onde se recolheu no mosteiro das Dominicanas (ramo feminino da Ordem de São Domingos de Gusmão), cujas religiosas viviam sob a regra cisterniense, onde viveu cerca de 30 anos.

sexta-feira, junho 10

EVANGELHO

Evangelho (Mt 5,27-32)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 27“Ouvistes o que foi dito: ‘Não cometerás adultério’. 28Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. 29Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti! De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno.
30Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti! De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno.
31Foi dito também: ‘Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio’. 32Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, junho 6

TESTEMUNHO



Cartas de Agradecimento – 01/06/2016

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:
No ano 2000, meu filho teve um tumor embaixo da língua e o médico falou que o caso era muito sério. Ele poderia ter apenas mais três meses de vida! Mas então aconteceu um milagre! Ele fez todo o tratamento e ficou bom, apesar de algumas sequelas da doença.
Neste ano, apareceram umas bolinhas embaixo da língua e nós ficamos apavorados. Desesperada, aqui no Santuário entrei na Capela da Misericórdia e estava rezando e pedindo pelo meu filho quando de repente eu senti em minha mão um escapulário.
No momento fiquei assustada, mas conversei com o padre e ele me disse que eu tinha alcançado uma grande graça. Sou devota de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e mais uma vez quero agradecer todas as graças alcançadas por Sua intercessão.
Ela é maravilhosa e não nos abandona nunca! Obrigada, minha Mãe querida!
                                                        Uma devota eternamente agradecida.

quarta-feira, junho 1

TESTEMUNHO


  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:
É com muita alegria e gratidão que escrevo esta carta. Depois de muitas graças recebidas, mais uma me foi concedida no ano que passou.
Em junho minha mãe fez uma cirurgia para tirar um pino da coxa e depois disso teve uma infecção, mas o corte não fechava. Ela teve de voltar ao centro cirúrgico quatro vezes e, devido a sua idade avançada, minha família e eu ficamos muito preocupados. As anestesias necessárias para os procedimentos foram de todo tipo.
Pedi então com muita fé que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro intercedesse por ela e que a livrasse da infecção. E, graças a Deus e a Nossa Mãe querida, a infecção foi eliminada e minha mãe começou a se recuperar.
 Muito obrigada, meu bom Deus e minha Mãezinha do Céu por mais esta grande graça!
                                                    Uma devota eternamente agradecida.

terça-feira, maio 31

NÃO PERDER O GOSTO DE VIVER

Não perder o gosto de viver



Data da Postagem: 30 de Maio de 2016

No caminho da vida não existem só flores e nem só espinhos. Somos um misto de grandes alegrias e tristezas, fruto do sucesso e do insucesso, de amigos e inimigos, de luzes e trevas, de ganhos e perdas, que na somatória só fica o que somos capazes de assumir sem medo e com fé.
O realismo da vida me leva a viver cada momento com aquilo que é. Recordo uma frase do então papa João XXIII: “Encontramo-nos na terra emprestados, mas não devemos perder o gosto de viver”. É difícil compreender  que a cada dia da vida o tempo não se repete e o que tempo que temos é curto e passa rápido. Viver o provisório, com suas causas e coisas, depende do grau de  confiança que deposito e a prontidão em aceitar acertos e desacertos.
Em um texto no blog do jornalista Ronaldo Nezo eu li: “Um pensador certa feita disse: ‘Quando a alma chora, olho da janela do meu quarto e do, alto do meu prédio, não vejo a beleza da cidade. Vejo apenas a chance de silenciar meus tristes ais; de calar minhas lágrimas; de penetrar e me perder no esquecimento.  Caro amigo, estar no mundo é estar sujeito aos prazeres e desprazeres da vida. Ainda que se apele para a razão, nossas emoções muitas vezes falam mais alto. E se provocam sorrisos, não raras vezes também nos fazem chorar. Quem deseja viver intensamente, terá dias em que o sorriso vai brotar fácil em seus lábios; mas também deve aceitar que lágrimas não desejadas vão descer pela sua face. Nessas horas, muitas vezes a vida perde o sentido”.
Ninguém esta isento de problemas financeiros, de perda de emprego, de traição amorosa, depressão,  de frustração nas escolhas feitas,  sentimentos de que não valeu a pena o que fez ou deixou de fazer, vontade de que tudo se acabe, que mundo não seja mundo e sim fim de tudo. Nestas horas parece que deixar de viver é a única saída,  afinal a vida não nos pertence, é o maior presente de Deus.
Talvez o que está faltando de fato é um espaço maior para que o Deus da vida seja a direção de tudo e não as coisas de Deus que tomaram conta da  vida. O coração humano não precisa de coisas, quantas coisas sobrando e quantos mendigando um pouco de atenção, de amor e de afeto, proporcionando um caminho novo de que vale apena viver.
Nestes momentos em que não vemos mais por onde e como caminhar, resta-nos um olhar que vem do coração, de uma força superior às nossas, um olhar com os olhos de Deus; e isso só é possível pela fé. Uma fé que faz ver além das aparências, que faz brotar uma esperança viva capaz de dissipar as trevas, e devolver a luz e contemplar a beleza de amar e ser amados. As coisas passam, só amor permanece. O gosto de viver retorna quando somos capazes de ver a vida como presente de Deus e que só Ele tem o poder de tirá-la. Nada deste mundo pode dominar o direito de viver e viver com dignidade. O vazio,  a falta de sentido, o desgosto da vida desaparecerá, quando somos capazes de orar e fazer da vida uma oração e não somente fazer uma oração na vida. O gosto de viver será sempre vivo, quando as cruzes são pontes a atravessar e as vitórias lições para toda a vida e os joelhos calejados de tanto orar.

Dom Anuar Battisti é Arcebispo de Maringá-PR